Sepse 3: Definições e implicações

15/07/2016

A Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), com o apoio da Sociedade Mineira de Terapia Intensiva (Somiti) e Unimed BH, realizará dia 8 de agosto, em São Paulo, o evento SEPSE-3: NOVAS DEFINIÇÕES E IMPLICAÇÕES, com a presença do professor Mervyn Singer, principal autor do estudo Sepse 3.

Para que os intensivistas mineiros tenham acesso à conferência, a Somiti  e a Unimed BH transmitirão o encontro via web, no Centro de Inovação Unimed BH (Rua dos Inconfidentes, 44, Funcionários).  Coordenam o evento na capital mineira: Dr. Marcus Vinícius Andrade e Dr. Saulo Saturnino.

Participantes que não tem interesse pela pontuação para prova de título, inscrição gratuita. Clique aqui.

Para interessados na pontuação para prova de título (um ponto) no site www.amib.org.br. Clique aqui. Gratuita para sócios e R$150,00 para não sócios.

 Objetivo:

Esclarecer sobre as definições de sepse e choque séptico publicadas no JAMA em 26/2/2016. Leia

Conforme divulgou em seu site, a AMIB considera que é extremamente importante que os médicos intensivistas conheçam sobre o estudo em detalhes. "Singer comenta que os padrões antigos para identificação da sepse foram estabelecidos há mais de 10 anos e não davam instruções claras do que é choque séptico ou falência de órgãos, por exemplo. Como resultado, nós tínhamos uma grande confusão na literatura, com grandes variações de incidência de sepse e mortalidade".

Mervyn Singer:

Principal autor do estudo Sepse 3, terceiro consenso internacional de definições de sepse e choque séptico. O médico inglês é professor de medicina intensiva na University College de Londres e realiza pesquisas especialmente nas áreas de sepse, falência múltipla de órgãos, choque e monitoramento hemodinâmico.

Mais informações