1º Simpósio de Terapia Intensiva do HC

O presidente da Somiti, Hugo Urbano, participou da mesa oficial do 1º Simpósio de Terapia Intensiva do Hospital das Clínicas da  Universidade Federal de Minas Gerais (HC UFMG), em comemoração aos 50 anos do Centro de Terapia Intensiva da instituição. O evento aconteceu, dias 17 e 18 de julho, no Salão Nobre da Faculdade de Medicina da UFMG. As 200 vagas disponibilizadas para inscrição no Simpósio foram preenchidas.

Urbano parabenizou a instituição, na pessoa do professor Humberto José Alves, diretor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (FM UFMG), e ressaltou o grande valor do Centro de Terapia Intensiva na história da medicina mineira.

A programação incluiu temas como a importância do cuidado multiprofissional na assistência de pacientes em situações de alta complexidade, a assistência medicamentosa segura e a monitorização invasiva. O objetivo foi mostrar o valor de um olhar mais humano e holístico sobre o processo de cura das pessoas. Neste sentido, a atuação de médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e demais profissionais foi avaliada como de grande relevância no espaço de cuidado. O presidente da Somiti reforçou que a atuação multiprofissional e a humanização nas unidades de terapia intensiva contribuem  com o vínculo do paciente, familiares e equipe, o que é bastante positivo.

O diretor da Somiti, intensivista Saulo Saturnino, ministrou a conferência 'UTI como catalisadora da integração hospitalar: o exemplo do protocolo de sepse'. A coordenadora do departamento de odontologia da Somiti, Alessandra Figueiredo de Souza, apresentou  a palestra "Avaliação da cavidade oral: a atuação do odontólogo na Terapia Intensiva". 

A representante do departamentode Enfermagem da Somiti, Thais Oliveira Gomes, fez o encerramento da comemoração. Gomes contou que o evento de 50 anos da terapia intensiva relembrou a história da especialidade, homenageou os profissionais que marcaram sua história e também os destaques das práticas assistenciais de sucesso nas terapias intensivas, tanto adulto, quanto neonatal e pediátrica. "O evento foi voltado para toda a equipe multiprofissional que atua na terapia intensiva e a enfermagem contribuiu ativamente na organização do evento, além de apresenter temas de relevância para a assistência de enfermagem ao paciente crítico."

 

Veja programação completa