Evento integra conhecimento

23/10/2017

Somiti e abramede MG participaram ativamente, dias 20 e 21 de outubro, da I Olimpíada Mineira de Simulação em Medicina de Emergência e Terapia Intensiva realizada, em Montes Claros. O evento integrou os alunos que se inscreveram em equipes: três grupos da Faminas, dois das Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros, uma equipe da Unimontes e uma da Funorte. Os participantes puderam compreender a evolução da Medicina de Emergência no Brasil. Simulação, ética e segurança do paciente também foram amplamente discutidas.

Segundo a presidente da Abramede MG e gestora de qualidade da Somiti, Maria Aparecida Braga, é fundamental a proximidade das entidades representantivas da classe médica e as sociedades de especialidades com as instituições de ensino e os acadêmicos. "Foi possível ampliar a discussão sobre o que o estudante deve aprender na graduação, como é a gestão de um centro de simulação e a residência médica de emergência." Braga também elogiou a atuação dos inscritos no atendimento dos casos clínicos do ACLS e os vencedores das Olimpíadas. "A partir deste ano iniciamos olimpíadas para alunos da graduação, para o atendimento das paradas cardiorrespiratórias e foi uma experiencia muito interessante. Sete equipes se inscreveram e a Somiti e a Abramede MG premiaram os primeiros lugares com bolsas de cursos. Duas equipes foram classificadas em primeiro lugar e cada um dos integrantes ganhou uma bolsa, sendo dez vencedores no total. O segundo lugar, com cinco participantes, foi contemplado com o curso Suporte Avançado de Vida em Infectologia."

O intensivista e coordenador do projeto, Luiz Ernani Meira Júnior, conta que a ideia surgiu durante o Congresso de Terapia Intensiva realizado, em maio, em Belo Horizonte. O especialista reforça a importância de divulgar a simulação na graduação e o trabalho que está em desenvolvimento nas faculdades do estado e que contribuem para a formação dos futuros médicos na emergência e na terapia intensiva. Ele acrescenta que foram meses de preparação e o evento foi um sucesso de público e de qualidade. "As equipes se dedicaram muito e foi emocionante ver o empenho dos alunos de todas as faculdades. Uma competição saudável, elogiada por todos os instrutores e com total envolvimento com o aprendizado. Os alunos saíram, com certeza, melhores do que entraram. Ficou um gostinho de quero mais e a segunda edição ocorrerá, em maio de 2018. Com certeza teremos mais equipes, mais casos e estações, incluindo trauma e pediatria."

 


Mais fotos