Prova Título de Especialista

28/06/2017

A Sociedade Mineira de Terapia Intensiva (Somiti) possui parceria com entidades nacionais para que seus associados possam ir além da capacitação necessária à segurança e ao bom desempenho da profissão.

 

Ao fazer um curso da Somiti, o aluno garante, junto à Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), pontuação na prova de Título de Especialista, ligada à Associação Médica Brasileira (AMB).

 

Cursos como o ‘Curso de Imersão em Terapia Intensiva Neurológica’ (CITIN) e o Fundamental Critical Care Suppport (FCCS), por exemplo, cursados no período de 2012 a 2017, somam um ponto por hora de curso. Já a participação em eventos das regionais Amib contabilizam 15 pontos. (Confira abaixo tabela de Pontuação).

 

Inscrições abertas  para Concurso de Título de Especialista em Medicina Intensiva Área Adulto

 

Em convênio com a AMB , acontecem no período de 01/06/2017 a 03/07/2017 as inscrições para  Concurso de Título de Especialista em Medicina Intensiva Área Adulto.

 

Confira os pré-requisitos, documentos necessários e informações sobre inscrição pelo EDITAL

Tabela de pontuação AMIB para obtenção de até 100 pontos para análise curricular no Concurso para Obtenção do Título de Especialista em Medicina Intensiva 2017

 

Pós-graduação lato sensu em Medicina Intensiva reconhecida pelo MEC. 30 pontos Necessidade de envio do certificado de conclusão.

Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva 20 pontos - Período de 2012 a 2016 – máximo de 100 pontos.

Congresso internacional de Medicina Intensiva da Sociedade de Medicina Intensiva do país/região geográfica. 20 pontos

Período de 2012 a 2017 – máximo de 100 pontos.

Evento da regional AMIB. 15 pontos Período de 2012 a 2017 – máximo de 75 pontos.

Evento de Medicina Intensiva não contemplado nos itens anteriores. 10 pontos Período de 2012 a 2017 – máximo de 50 pontos.

1 ponto/hora de curso. Período de 2012 a 2017. Na presença de participação em 2 cursos iguais no período determinado, será pontuado apenas o curso mais recente e a soma de todos os cursos não será superior a 100 pontos.

CAMI – 20h

CITIN – 20h

CRM – 20h

ECOTIN– 20h

FCCS – 20h

FDM – 10h

HEMODINAMICA – 20h

INFECÇÃO – 20h

PALIO – 20h

TENUTI – 20h

UTI DE ALTA PERFORMANCE –20h

VENUTI – 20h

Residência Médica em Medicina Intensiva reconhecida pelo MEC 100 pontos Necessidade de envio do certificado de conclusão fornecido pelo CNRM

Programa de Especialização em Medicina Intensiva (PEMI/AMIB) 100 pontos Necessidade de envio do certificado de conclusão fornecido pela AMIB

Esclarecimentos:

1. A nota de análise curricular possui caráter classificatório na segunda etapa do concurso para obtenção do Título de Especialista em Medicina Intensiva.

2. Para fins de pontuação no concurso, a análise curricular possui peso 30 e será realizada média ponderada com a nota da prova prática, com peso 70.

3. Não serão aceitos certificados de participação em eventos de áreas relacionadas a terapia intensiva como Anestesiologia, Cirurgia, Cardiologia e Pneumologia, por exemplo.

4. Por congresso internacional de Medicina Intensiva entende-se como aquele realizado pela Sociedade de Medicina Intensiva do país ou área geográfica, i.e., LIVES e SCCM.

5. Eventos em Medicina Intensiva não contemplados nas definições prévias incluem congressos, jornadas, simpósios ou cursos referentes a Medicina Intensiva. Para obtenção da pontuação, há necessidade de comprovação de carga horária mínima por evento de 20h.

Prova Título de Especialista