AMIB: Curso garante pontuação

01/06/2017

A Sociedade Mineira de Terapia Intensiva (Somiti) possui parceria com entidades nacionais para que seus associados possam ir além da capacitação necessária à segurança e ao bom desempenho da profissão.

Ao fazer um curso da Somiti, o aluno garante, junto à Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib), pontuação na prova de Título de Especialista, ligada à Associação Médica Brasileira (AMB).

Cursos como o ‘Curso de Imersão em Terapia Intensiva Neurológica’ (CITIN) e o Fundamental Critical Care Suppport (FCCS), por exemplo, cursados no período de 2012 a 2017, somam um ponto por hora de curso. Já a participação em eventos das regionais Amib contabilizam 15 pontos. (Confira abaixo tabela de Pontuação).

Inscrições abertas  para Concurso de Título de Especialista em Medicina Intensiva Área Adulto

Em convênio com a AMB , acontecem no período de 01/06/2017 a 03/07/2017 as inscrições para  Concurso de Título de Especialista em Medicina Intensiva Área Adulto.

Confira os pré-requisitos, documentos necessários e informações sobre inscrição pelo EDITAL



Tabela de pontuação AMIB para obtenção de até 100 pontos para análise curricular no Concurso para Obtenção do Título de Especialista em Medicina Intensiva 2017

  • Pós-graduação lato sensu em Medicina Intensiva reconhecida pelo MEC. 30 pontos Necessidade de envio do certificado

de conclusão.

  • Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva 20 pontos - Período de 2012 a 2016 – máximo de 100 pontos.
  • Congresso internacional de Medicina Intensiva da Sociedade de Medicina Intensiva do país/região geográfica. 20 pontos

Período de 2012 a 2017 – máximo de 100 pontos.

  • Evento da regional AMIB. 15 pontos Período de 2012 a 2017 – máximo de 75 pontos.
  • Evento de Medicina Intensiva não contemplado nos itens anteriores. 10 pontos Período de 2012 a 2017 – máximo de 50 pontos.
  • 1 ponto/hora de curso. Período de 2012 a 2017. Na presença de participação em 2 cursos iguais no período determinado, será pontuado apenas o curso mais recente e a soma de todos os cursos não será superior a 100 pontos.

 CAMI – 20h

 CITIN – 20h

 CRM – 20h

 ECOTIN– 20h

 FCCS – 20h

 FDM – 10h

 HEMODINAMICA – 20h

 INFECÇÃO – 20h

 PALIO – 20h

 TENUTI – 20h

 UTI DE ALTA PERFORMANCE –20h

 VENUTI – 20h

  • Residência Médica em Medicina Intensiva reconhecida pelo MEC 100 pontos Necessidade de envio do certificado de conclusão fornecido pelo CNRM
  • Programa de Especialização em Medicina Intensiva (PEMI/AMIB) 100 pontos Necessidade de envio do certificado de conclusão fornecido pela AMIB

Esclarecimentos:

1. A nota de análise curricular possui caráter classificatório na segunda etapa do concurso para obtenção do Título de Especialista em Medicina Intensiva.

2. Para fins de pontuação no concurso, a análise curricular possui peso 30 e será realizada média ponderada com a nota da prova prática, com peso 70.

3. Não serão aceitos certificados de participação em eventos de áreas relacionadas a terapia intensiva como Anestesiologia, Cirurgia, Cardiologia e Pneumologia, por exemplo.

4. Por congresso internacional de Medicina Intensiva entende-se como aquele realizado pela Sociedade de Medicina Intensiva do país ou área geográfica, i.e., LIVES e SCCM.

5. Eventos em Medicina Intensiva não contemplados nas definições prévias incluem congressos, jornadas, simpósios ou cursos referentes a Medicina Intensiva. Para obtenção da pontuação, há necessidade de comprovação de carga horária mínima por evento de 20h.