Simpósio analisa atualização do ACLS

12/12/2015

O I Simpósio Somiti de atualização do ACLS: Diretrizes AHA 2015 aconteceu, dia quatro de dezembro, na capital mineira. O evento contou com a presença demais de 200 inscritos, profissionais de diversas áreas ligadas à terapia intensiva e medicina de urgência e emergência.

A primeira apresentação foi realizada pela enfermeira, doutora e professora da PUC Minas,  coordenadora do BLS da Somiti, Érika Azevedo Mássimo. Além do conteúdo cientifico abordado, ela valorizou a educação continuada e a história da Somiti na busca constante pela atualização dos profissionais.

O diretor de ensino da Somiti, Daniel Azevedo, revisou  os principais conceitos do ACLS, fazendo uma análise crítica das alterações e chamando atenção para os erros mais comuns no atendimento dos pacientes em parada  cardíaca. Como Geriatra, ele alertou sobre a importância de identificar os pacientes que deveriam ser conduzidos através dos cuidados paliativos.

O convidado especial Sérgio Timerman elogiou a iniciativa da Somiti e explicou que as alterações nas diretrizes se baseiam em um consenso internacional, resultado de uma análise profunda do que há de mais importante em emergência e ressuscitação.

O simpósio contou, ainda, com a participação do cardiologista Agnaldo Pispico, idealizador dos   manequins fabricados com garrafas pets; da pediatra Amarílis Batista Teixeira (Diretrizes 2015 NALS) e do pediatra Frederico Mitre Pessoa (Diretrizes 2015 PALS). A gestora de qualidade e coordenadora dos cursos da AHA na Somiti, Maria Aparecida Braga, coordenou o debate final, que muito enriqueceu o resultado do Simpósio.

Novas diretrizes